APROESP Associação de Professores e Servidores Públicos do Magistério Oficial do Estado de São Paulo

Notícias

Consórcio ou Financiamento? Saiba qual é a melhor opção para você

 

O sonho da casa própria é comum a milhares de brasileiros, porém, adquirir um imóvel exige planejamento, pesquisa e muito esforço. Para resolver uma das problemáticas, o mercado oferece opções para quem não conta com o dinheiro imediatamente para investir, como o consórcio e o financiamento. Há diferenças fundamentais entre as duas modalidades e, para escolher qual é a melhor alternativa, o comprador precisa avaliar suas próprias necessidades e as vantagens e desvantagens de cada uma dessas opções.

Consórcio

Em resumo, o consórcio imobiliário é uma modalidade de aquisição de bens de forma coletiva e em um prazo pré-determinado. Pessoas físicas ou jurídicas com interesse em comum na aquisição de um imóvel, por exemplo, podem se juntar sob a regulação de uma administradora. Assim, podem autofinanciar coletivamente os bens para todos os participantes.

Basicamente, ele funciona da seguinte forma: os consorciados pagam as mensalidades que, quando somadas, são o suficiente para adquirir o bem para um deles. Dessa forma, todo mês, é realizado um sorteio e alguém é contemplado com uma carta de crédito para adquirir o bem ou serviço desejado. Logo, ao final do período de pagamento determinado no contrato, todos os consorciados terão sido contemplados.

Nessa modalidade não há a cobrança de juros, mas sim a de uma taxa administrativa que varia em torno de 1,8%. Para participar, não há a necessidade de comprovação de renda.

Financiamento

Nos financiamentos imobiliários, o comprador adquire uma linha de crédito junto ao banco, sobre o qual incidem juros, de 5% a 13% ao ano, e correção monetária. O processo é um pouco mais burocrático, já que para liberar o financiamento, as instituições financeiras exigem uma renda mínima do comprador. Além disso, o interessado precisa ter disponível, na maioria dos casos, pelo menos 20% do valor do imóvel para dar de entrada.

Dentro dessa modalidade, os programas habitacionais atuam como facilitadores. Pois além de compreenderem as faixas de renda, permitem a utilização do FGTS como forma de entrada para o financiamento.

Vantagens e desvantagens

Se por um lado, o imóvel financiado terá um custo maior devido à cobrança de juros, o que representa uma desvantagem diante do consórcio, por outro, o financiamento permite a posse imediata do bem, desde que o crédito seja aprovado. No consórcio, apesar de um menor custo total, a contemplação por sorteio pode acontecer tanto no primeiro como no último mês de existência do grupo, ou seja, é imprevisível.

Para você

Portanto, o primeiro passo é analisar a sua necessidade e o que o seu bolso comporta. Para você que quer realizar o sonho agora, o Condomínio Altos Bela Vista é a melhor opção. Moderno e acessível, ele pode ser financiado em até 360 meses, ou 30 anos, sob as condições do Minha Casa Minha Vida e Casa Paulista do Servidor Público e com todos os benefícios/subsídios desses programas habitacionais. Acesse aqui e saiba mais do empreendimento da APROESP e da KSE Empreendimentos Imobiliários que revolucionou o conceito da moradia popular.

Publicado em Notícias

Comente! (0) ↓