APROESP Associação de Professores e Servidores Públicos do Magistério Oficial do Estado de São Paulo

Notícias

Que tal trocar o aluguel pela parcela de financiamento?

 

Sabemos que você está cansado de pagar aluguel. Entendemos também que existe um certo receio em assinar um contrato de financiamento de imóveis, certo? Para te ajudar a “tirar a pulga detrás da orelha”, listamos 5 motivos e/ou vantagens que vão te encorajar a aderir à modalidade.

1 – Sair do aluguel

O desembolso mensal passa a ser por um bem que será seu, o teu futuro patrimônio. É aquela história, você já escutou que o dinheiro gasto com aluguel é um dinheiro que não tem volta, não é? Alguns mais enfáticos até dizem que é um “dinheiro jogado no lixo”. Pois bem, posições à parte, quando você financia, as parcelas amortizam o seu futuro imóvel, que poderá valer até mais dinheiro se um dia você quiser vendê-lo.

2 – Valor das parcelas

Fizemos uma simulação de compra no site da Caixa de um imóvel que custa até R$ 225 mil, valor máximo das unidades do Residencial Altos Bela Vista, por exemplo. Consideramos uma renda familiar mensal de R$ 3,6 mil e um comprador com 30 anos de idade. O resultado foi: R$ 1.068,75 nas primeiras prestações e R$ 353,05 nas últimas, com um prazo de 360 meses para pagar. Ou seja, valor médio inferior ao encontrado em muitos aluguéis no Estado de São Paulo.

Os números são resultados de uma simulação. As parcelas podem ser maiores ou menores de acordo com a renda e preço do imóvel. Faça o teste em:
http://www8.caixa.gov.br/siopiinternet-web/simulaOperacaoInternet.do?method=inicializarCasoUso

3 – FGTS para casa própria

O saldo do seu FGTS pode ser usado na compra de sua casa própria. São três possibilidades: compra e construção, amortização ou liquidação do saldo devedor e pagamento de parte do valor das prestações.

Saiba mais sobre como usar o seu FGTS na conquista do seu sonho aqui: http://www.caixa.gov.br/voce/habitacao/Paginas/utilizacao-fgts.aspx

4- O prazo para pagar parece ser longo, mas tem data para acabar

De fato 30 anos para pagar o financiamento soam como um período longo demais, não é? Pense agora que quem vive de aluguel não tem uma data para terminar de pagar. Além disso, se sobrar algum dinheiro no mês (ou se a sua condição financeira melhorar), você pode pagar mais de uma parcela e encurtar o tempo de financiamento.

5 – Liberdade

Quando você deixa de ser inquilino para se tornar um proprietário, obtém o direito de reformar, pintar, furar, trocar as torneiras, de fazer tudo aquilo que a criatividade mandar e o bolso permitir. Além disso, você tem tranquilidade de morar sob o seu próprio teto. Sem contar que, se o preço do mercado de imóveis sobe, a valorização também acompanha a sua propriedade.

Interessado na aquisição de um imóvel enquadrado nessa modalidade? Associe-se à APROESP, que oferece uma série de benefícios aos seus associados por um investimento de R$ 32,02 mensais. Aos já associados, ACESSE AQUI o formulário de “Interesse de Compra”, primeiro passo para a aquisição.

Publicado em Notícias

Comente! (0) ↓